Contatos: (81) 3521-2324

Censo Previdenciário recadastra 84% dos servidores municipais no Cabo

//Censo Previdenciário recadastra 84% dos servidores municipais no Cabo

Censo Previdenciário recadastra 84% dos servidores municipais no Cabo

O Instituto de Previdência Social dos Servidores do Cabo (CaboPrev) divulgou, nesta segunda-feira (21/12), o balanço do Censo Previdenciário 2015, realizado entre os dias 24 de novembro e 18 de dezembro. De acordo com o instituto, 84% dos convocados compareceram para realizar atualização cadastral. Foram divulgadas ainda três novas datas para o recadastramento dos servidores que deixaram de comparecer durante o período.

O Censo é realizado pela Secretaria Executiva de Administração e Recursos Humanos, juntamente com o CaboPrev e o apoio da Previdência Social (INSS). Ele abrange servidores municipais efetivos ativos, inativos e pensionistas, além dos servidores das autarquias municipais (Fachuca e CaboPrev) e Câmara de Vereadores.

A expectativa era que 5.689 mil recadastramentos fossem realizados durante o período. Porém, 901 não foram realizados por falta de comparecimento das pessoas. De acordo com o decreto 1.332 de 2015, estes servidores poderão ter sua remuneração suspensa já a partir do próximo mês. Entretanto, o Instituto anunciou que, para os retardatários, haverá ainda uma nova oportunidade para realizar a atualização.

Nos dias 11, 12 e 13 de janeiro, uma equipe estará no auditório do Centro Administrativo Municipal (CAM), no bairro da Torrinha, para realizar a atualização cadastral. Os retardatários deverão comparecer das 8h às 17h, munidos de documentação necessária (ver nos sites da Prefeitura e do CaboPrev).

A presidente do CaboPrev, Célia Verônica, lembra que esta será a última oportunidade. “Fizemos um trabalho de ampla divulgação, com a convocação dos servidores. Infelizmente, não conseguimos atingir os 100%. Estamos dando mais essa chance para os servidores que ainda não compareceram para se recadastrar possam fazê-lo. Esta é uma oportunidade única e inadiável. Quem deixar de comparecer terá a remuneração suspensa”, explicou.

Texto: Jaqueline Mota – Secom/Cabo

2016-01-07T19:21:57+00:00 janeiro 7, 2016|